Contrate

03/12/2008

"Para fechar novembro - Final"

E com esse post vim decidido a deixar novembro em novembro. Sabe quando você encontra algo que procurou por toda a sua vida, e, por algum motivo, não pode ter? É, foi assim que eu estava me sentindo.

Como disse no primeiro post do mês "let the past be the past". Isso é o melhor que nós devemos fazer. Deixe o passado no passado, caro leitor imaginário. Aprenda a conviver com os erros, e, principalmente, com suas conseqüências. Às vezes eles não tenham sido erros seus, mas nem sempre as pessoas conseguem enxergar, entender, ou aceitar aquilo que você tem a oferecer.

Achei esse texto em uma comunidade do Orkut, ele diz: “Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente está precisando das coisas certas.Aí é a hora de procurar a pessoa errada.

A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.A pessoa errada é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite inesquecível.Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão.A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo porque a vida não é certa.Nada aqui é certo.”


Achei que tinha encontrado a minha pessoa errada... só que ela era certa. Certa demais. Aí não deu certo. Não! Pensando bem (longa pausa) ela era errada, por que depois dela tudo veio a calhar. Tudo. Mas, como disse (à pessoa) eu não me arrependo, não mesmo. Porque, por mais que a pessoa seja “errada”, outras coisas deram certo. Com ela aprendi muito. Sinto que agora que fiz dezenove anos foi que eu realmente alcancei a maior idade, cresci por dentro, como ser humano, como homem. E sinto que cresci por e para fora também, agora, como um homem, mais consciente e preciso em minhas ações, posso fazer coisas melhores para mim e para as pessoas ao meu redor.

Vale ressaltar que não ficaram mágoas, nem pedra sobre pedra, todos os pontos foram precisamente colocados nos is. E a única certeza que eu tenho disso tudo é que você vai ser sempre lembrado como o meu, e tão somente meu, Doce Novembro.

7 comentários:

As quebradeiras disse...

POHAAAAAAAAAAAAAAA!
PRECISEI! Você simplesmente arrasou!

Geovana disse...

Quase choro primo, huhauhua,bom demais, só nao concordo muito, será mesmo o fim

GGirlBrasil disse...

Obrigada por nos linkar, Daniel ;)
Bem legal seu blog!

=*'s

Milena Palladino disse...

Hehehe, besta vc!
Simone cantando na cinquentenário: Então é Natal...
Daniel: Jááá???
Simone: E o que você fez??
Daniel: Afff... fiz nada esse ano!
Simone: O ano termina...
Daniel: Valeu por lembrar que fui inútil.
Simone: E nasce outra vez!
Daniel: Uia! De 2009 Raul não me escapa!

=p

Patrick Moraes disse...

Gostei do final. Sr. Doce Novembro

As vezes é melhor deixar o passado onde realmente ele deva ficar, já sofri com isso e aprendo a cada dia. Certo ou errado, as pessoas são passageiras em nossas vidas! Vale a pena aproveitar os segundos! ;)

WeNdErSoN disse...

MAs a vida eh assim negow

Agente pensa ter encontrado0 a pessoa certa mesmo0 sabendo0 q estam0s errad0s...
Achoq talvez pelo0 simples fat0
de q para nóz, a esperança vem como alimento para nossas almas
e faz muito0 bem pro coraçao0
Apesar doq o resultado0 final
naum eh sempre satisfatorio

hehe

Amei o p0st
bjzzz

PS: te d0lo0o0

Riick disse...

Depois do que todo mundo já disse.. Não preciso ficar aqui massificando a mesma coisa.

Só acho que fechou Novemro (O SR. Doce novembro) com chave de ouro.

[;)]

Curti o post, e mais ainda aquela frase de algum desconhecido do orkut. E concordei com ela. Alguma pessoa errada ai? rs
brinks.


=)


Contrate