Contrate

14/03/2010

"Dias de sol, só com você..."



“Eu te quero só para mim. Você mora em meu coração.
Não me deixe só aqui. Esperando mais um verão.”

(Mimar Você - Timbalada)


É chegada a hora de abrir a janela, deixar as flechas (sim, flechas) de raios de Sol entrarem em seu quarto inabitado. O Sol do carnaval, que traz felicidade. O Sol de saudade, que aperta o peito e enche de vontade. O Sol do verão, que aquece, que queima, que marca.

Às vezes demora, não é? Demora para que as estações passem. A gente fica esperando quase um ano inteiro para que o frio do inverno se desarranque de nossa pele. Frio só presta (ao menos para mim) para mostrar que nós estamos vivos. Aquela sensação dos poros se fechando, para que as penetrantes ondas de gelo suavemente não entrem e nos façamos sentir mais aquecido. É o corpo buscando calor, mesmo que disfarçado.

Por isso é bom estar sempre pronto para as novas estações. Primavera lhe enche de flores, sorrisos, novas canções – “primavera se foi, e com ela meu amor”. O outono só me lembra de Sandy e Junior. Pode passar o tempo que for, quando mencionam a palavra “outono”, lembro-me do refrão de “As Quatro Estações” – “no outono é sempre igual, as folhas caem no quintal”.

Mas eu gosto mesmo é do verão. Do Sol me fazendo derreter por horas seguidas a fio. Aquele monte de gente reclamando por não “aguentar mais” tanto calor. Uma multidão de corpos desnudos jogados na areia, besuntados de protetor solar, óleos bronzeadores, água, suor... Hum, suor! Lembro-me do suor escorrendo em minhas costas no fundo daquele carro. Lembro do short curto e da sua cara surpresa. Haha, como esquecer sua cara? Não tem como. Hahahaha.


“Andar de mãos dadas na beira da praia,
por esse momento eu sempre esperei.”

(Mimar Você - Timbalada)
.

4 comentários:

Mulú disse...

Quem tem o dom de escrever é outra coisa. Adorei, adorei mesmo. No verão eu me sinto tão, tão, tão... GOLDEN \o

erika disse...

Ei! Essa música é minha no atual momento. Dá licença? Devolve.

ps.: procure a versão dela de Caetano Veloso e morra do coração. #ficaadica

Janyne :} disse...

Eu não sei nem o que comentar sobre esse texto :O simplesmente o que você escreve é tocante, intenso, profundo.. são detalhes ricos e bonitos. Dá gosto de ler algo tão bem escrito assim :D Você continue de parabéns! Talentoso como sempre ;) saaaudades ;*

Savoy Saboia disse...

Alguem vive aqui?


Contrate